Regiões em MG são evacuadas por risco em barragem da Vale

Cerca de 75 moradores de regiões próximas a barragens da Vale em Ouro Preto e Nova Lima, respectivamente na região central e metropolitana de Minas Gerais, começaram a ser retirados de casas por risco de rompimento de represas nesta quarta-feira, 20. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros estão a caminho do local. As informações iniciais são que o nível de segurança das estruturas foi elevado para 2, o que significa necessidade de imediata evacuação.

Em 12 dias, sobe para quatro o número de comunidades próximas a barragens de minério que tiveram que ser retiradas de suas casas. As outras ficam também em Nova Lima e em Barão de Cocais, informa o MSN.

Em comunicado, a empresa afirma que a decisão dá “continuidade ao processo de descomissionamento da barragem a montante de Vargem Grande”, anunciado em 4 de fevereiro, e que tomou a “decisão de paralisação temporária das operações do Complexo de Vargem Grande”. “A Vale coordenará com as autoridades a realocação das pessoas situadas na zona de autossalvamento (ZAS) da referida barragem.”

A empresa diz ainda que “iniciou a preparação para realocação das pessoas nas ZAS associadas ao descomissionamento das barragens Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, que fazem parte das dez barragens a montante inativas remanescentes da Vale, conforme o plano de aceleração de descomissionamento anunciado no fato relevante ‘Vale anuncia o descomissionamento de todas as suas barragens a montante’, do dia 29 de janeiro”. A empresa afirma que “cerca de 75 pessoas que vivem próximas às cinco barragens devem deixar suas casas hoje de forma ordenada”.

20/02/2019